19 abr 2011

A bendita traição

Traição é um assunto bem pesado, não é mesmo? Assunto que desperta várias discussões, mas em uma coisa todos concordam: quem é traído sofre, porque traição dói. Antes que alguém se assuste eu não descobri uma traição, mas uma amiga me contou que acabou de descobrir a traição depois de anos de namoro à distância.

Eu sei que quando alguém pensa em relacionamento à distância, logo pensa na bendita traição. Mas por que associar distância a traição? Existem muitas coisas que podem influenciar pra você levar um belo chifre, mas o principal é a falta de respeito. Os quilômetros que separam você do seu parceiro não têm nada a ver com isso.

Acho tão injusto achar que qualquer relacionamento à distancia resulta em traição, que nem vou me estender muito nesse assunto. Acho que a falta de caráter pode morar do seu lado, ou no outro continente. Conheço amigas que foram traídas com o namorado morando na mesma cidade. No relacionamento à distância você pode não saber o que o outro está fazendo, mas peraí… no relacionamento “normal” é possível saber? É possível saber, com 100% de certeza, quem o outro é? Ninguém sabe, no fundo mal conhecemos a nós mesmos, como conhecer realmente o outro? O lance é viver, amar e respeitar. E esperar reciprocidade. Viver um relacionamento à base de incertezas, insegurança e desconfiança não leva a nada.

Muitas mulheres, principalmente as ciumentas, lutam sempre pela fidelidade, enquanto deveriam ir atrás da lealdade.

Se você foi enganada, não fique pensando que a culpa é sua. A culpa pode ser sua pelo fim do relacionamento, pelo fim do amor, mas você não pode ser culpada por ser enganada. Entende a diferença? Você pode se perguntar várias vezes “Onde foi que eu errei? O que eu não enxerguei?”, mas não pode, jamais, achar que a culpa de uma traição é sua. A comunicação esta aí pra isso, e em um relacionamento o diálogo deve vir em primeiro lugar. Se não tá bom, a gente senta e conversa. Mas ser enganada, achando que mesmo que tudo não esteja mil maravilhas ele ainda te tem como única, e depois de anos descobrir que estava sendo traída é injusto. Porque ser ferida assim é injusto.

Eu não sou especialista em namoro, sexo, ou outra coisa do tipo, muito menos tive muitas experiências, mas talvez essas palavras possam servir de conforto pra alguém especial.

Bola pra frente e amor próprio, SEMPRE!


Ou comente por aqui:


Confira os posts recentes!

Karina Azevedo • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por