30 jan 2019

Princesa moderna

Baseado nas historias que ouvimos quando criança toda mocinha quer ser salva. Ninguém conta o que acontece depois da salvação. Ok, ja sabemos bem, depois disso vem o casamento. Mas e se a historia se desenrolasse diferente, ainda poderíamos chamar de “final feliz”?

Se depois de ser salva a princesa agradecesse o principe e dissesse que daqui em diante pode seguir sozinha? E se depois ela perceber que nunca precisou dessa porra de salvação, que ja nasceu livre e salva, mas nunca tinha percebido?

Ou se ela falasse “Beleza principe, valeu por ter me acordado do sono profundo e me tirado daquela bruxa. Mas é que eu percebi que você não precisa ficar me trazendo sapatinho, eu consigo fazer as coisas sozinha. Na verdade quem encarou a fera aquele tempo todo fui eu mesma, voce só apareceu pra dar aquele beijo final. Mas não me entenda mal, voce é um gato e não é a toa que foi seu beijo que me fez acordar. Só que depois de tudo eu me tornei forte e não sou mais tão frágil. Eu gosto de você e você não precisa mudar, mesmo que eu tenha mudado.” 

Será que o principe iria continuar ali?

Ou será que ele ia procurar uma outra mocinha pra salvar, por que no final todo homem quer sentir-se herói, e se não poder mais ser “o herói” ele mete o pé?

Ta ai uma bela explicação porquê homens largam mulheres incríveis para ficar com mulheres medíocres.

O jogo virou, a história mudou. Era a fome com a vontade de comer. Elas queriam ser salvas e eles queriam salvar.

Mas como viver num mundo em transição onde contos de fadas não trazem mais emoção? Fazer a princesa doce e frágil e ter um belo principe acordando do seu lado todo dia? Não se sujeitar a rotulo nenhum?

Eu nunca fui doce nem frágil. Será que essa é só uma historia da mocinha que não quer ser salva e ainda vai penar muito ou acabar sozinha? 

Como criar um final feliz escrevendo a historia de traz pra frente?

texto de 2016


Ou comente por aqui:


Confira os posts recentes!

Karina Azevedo • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por